7 razões por que a comida japonesa é mais saudável?

 

A comida japonesa é uma das mais conhecidas e consumidas no mundo. Mas você sabia que ela também é uma das mais saudáveis? Pois se você não sabia, essa era a razão que estava faltando para você que ainda não havia provado nada da cozinha japonesa começar a mudar os seus conceitos.

Japoneses tem uma cultura diferente da nossa, e isso se reflete em vários aspectos. A culinária, diversa, feita basicamente de alimentos como o peixe, algas e frutas oferece um conjunto de benefícios que a longo e curto prazo podem ser essenciais para a sua saúde.

Por isso, se você achava que japonês só “come peixe cru”, acho bom que você reveja os seus conceitos, uma vez que existem até mesmo dietas baseadas na comida japonesa. Sem dúvida alguma esta é uma das culturas alimentares mais saudáveis do mundo.

Ainda não está convencido? Tudo bem. Recomendo então que leia este artigo até o final, pois separamos aqui 7 razões pelas quais a comida japonesa é mais saudável – e assim, quem sabe, você possa implementar alguns de seus hábitos na sua rotina alimentar. Vamos nessa?

  1. Comida japonesa não é só peixe

Apesar da culinária japonesa ser conhecida por seus salmões e frutos do mar, ela não se restringe a isso. Muitos pratos típicos japoneses levam frutas e verduras que são fontes de vitaminas e nutrientes essenciais para qualquer dieta que se preze.

  1. E por falar em peixe

O salmão é o peixe mais conhecido da culinária do Japão. E, junto com ele existe uma grande diversidade de benefícios. O ômega-3 e o ômega-6 presentes nele são alguns dos responsáveis por fornecer esses nutrientes ao nosso corpo (que não os produz).

São essenciais no combate aos sintomas do envelhecimento precoce. Além disso é rico em vitaminas do complexo B e é fonte de potássio e selênio. Isso sem contar que é antioxidante.

  1. É light

Dieta a base de verduras e carnes brancas pode ser um sacrifício e tanto para a cultura ocidental. Principalmente porque esses alimentos fazem parte de 9 em cada 10 dietas. A comida japonesa é rica nesses alimentos e por isso não prejudicam em nada as dietas.

  1. Ação antioxidante

A comida japonesa leva Camellia sinensis que está presente, por exemplo em chás verdes e vermelhos e possuem ação antioxidante que é responsável pela eliminação de toxinas do nosso organismo. Se você está procurando por alimentação saudável, essa é uma plantinha que está sempre nos ingredientes.

  1. Rica em proteínas

A soja também é um alimento utilizado em larga escala na culinária do país. É utilizada, de uma maneira geral, após a fermentação no formato de molho de soja, shoyu, tofu e missô. São essenciais, por exemplo, para a reposição de energia. Para quem faz exercícios com frequência, é perfeito.

  1. Melhora a saúde cardiovascular

Por serem grandes consumidores de ômega-3, os japoneses têm uma boa saúde cardiovascular. Os peixes possuem essas propriedades e são parte essencial dos produtos que consumimos. Ajudam, também nossas funções cerebrais, além prevenir doenças como o Mal de Alzheimer e os riscos de derrame e AVC.

  1. De fácil Digestão

Condimentos picantes, como o gengibre e o wasabi, são essenciais para o estímulo do nosso sistema digestivo. O peixe cru, por exemplo, é outro que leva boa parte do uso dessas especiarias que ajudam na digestão.

O equilíbrio entre os alimentos crus e o wasabi ou o gengibre é essencial para garantir o equilíbrio dos alimentos.

E agora que você já sabe de alguns dos benefícios da comida japonesa, que tal adotar em seu cardápio uma parte delas para ter uma alimentação mais saudável?